Destaque Info

Os cursos práticos de cozinha patrocinados pelas Companhias Reunidas Gás e Electricidade entre 1932 e 1971

“As Companhias Reunidas [Gás e Electricidade] convidam as donas de casa… a inscrever-se nos seus escritórios, gratuitamente para tirarem… um curso de Manejo cuidadoso, ordenação e processos de cozinhar com economia pelo gaz.”

A revista O Amigo do Lar de Janeiro de 1933 anunciava os cursos de cozinha patrocinados pela empresa que forneceu energia elétrica ao distrito de Lisboa desde 1889 até 1975 - Companhias Reunidas Gás e Electricidade.

Estes cursos eram demonstrações práticas realizadas por uma “senhora especializada”, cujo objetivo principal era aprender a cozinhar pratos e deliciosas sobremesas utilizando os mais recentes aparelhos elétricos, como a batedeira e máquina multifunções, bem como os fogões a gás de uso doméstico.

Ovos Recheados Aurora, Coelho à Bruxa, Bolo de Araruta ou Argolas Cobertas… faziam parte das ementas dos programas desses cursos, cujas receitas eram depois publicadas nos números da revista O Amigo do Lar.

Os cursos iniciaram-se em Novembro de 1932, no Salão de Exposições das Companhias Reunidas Gás e Electricidade, localizado na rua da Boa Vista, nº 31, em Lisboa, e duraram mais de 40 anos.

Descubra as fotografias dos cursos práticos de cozinha e as receitas culinárias no catálogo do Centro de Documentação da Fundação EDP.

Histórico de destaques

Bem-vindo ao catálogo das coleções patrimoniais da Fundação EDP

Fundação EDP
 
  • Conheça o Património Energético da Fundação EDPFaz parte da coleção de desenhos da Central TejoConheça  o Edifício VIP da Central TejoConheça a Coleção de Arte da Fundação EDP

News

Já estão disponíveis para consulta todos os nºs da revista O Amigo do Lar

Os serviços de Propaganda das CRGE- Companhias Reunidas Gás e Electricidade foram responsáveis pela publicação de uma revista mensal durante os anos de 1932  a 1939 para publicitar os atributos e as vantagens da utilização da eletricidade e do gás.

News

Coleção Património Energético da Fundação EDP fora de portas

O Museu Natural da Electricidade de Seia recebeu em novembro de 2019 dois equipamentos da coleção museológica da Fundação EDP: o Posto ce Transformação Móvel e o Transformador de 1000 KVA da Central de ponte de Jugais.
O Posto de Transformação Móvel pertenceu às antigas Companhias Reunidas Gás e Electricidade e foi utilizado para fazer chegar a energia elétrica aonde  ela era precisa, principalmente nos meios rurais.
O Transformador foi instalado pela EMpresa Hidr-Electrica da Serra da Estrela na Central de Ponte de Jugais, entrando ao serviço em 1929.

News

A coleção Património Energético da Fundação EDP tem mais 3 objetos

Incluídos na coleção Material Publicitário do Património Energético da Fundação EDP, estes objetos pertenceram às CRGE- Companhias Reunidas Gás e Electricidade. Conheça-os.

News

Quadro sinóptico passivo do Despacho da Distribuição de Energia Elétrica da Amadora

O quadro sinóptico passivo do Despacho da Distribuição de Energia Elétrica da Amadora encontra-se exposto na Sala dos Condensadores no edifício histórico da Central Tejo, no MAAT - Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia. Este equipamento passou a fazer parte da coleção Património Energético da Fundação EDP desde julho de 2018.

News

Inventário da coleção Energia do Vapor

Encontra-se disponível para consulta o Inventário da coleção Energia do Vapor produzido pelo projeto A Era da Energia a Vapor em Portugal (1820-1974), iniciado em 2012 pelo Instituto de História Contemporânea da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, para identificar e efetuar o registo de antigos equipamentos a vapor existentes em Portugal continental e nos arquipélagos da Madeira e dos Açores.

News

Coleção Touzet

Descubra a coleção de fotografias “Touzet” que integra, desde 2015, o acervo documental da Fundação EDP.

Trata-se de 1052 imagens agora disponíveis que lançam um olhar sobre a atividade profissional de dois construtores civis no Portugal entre os anos de 1890 e 1960, Fernand Eugène Victor Touzet e René Touzet.

A construção do Aquário Vasco da Gama (no Dafundo, 1897-1898), da Garagem Auto-Palace (na Av. Alexandre Herculano, 1906-1907), da Napolitana (em Santo Amaro, 1908-1913), da Fábrica de Cerveja Germânia (na Av. Almirante Reis, 1912), do Estádio do Benfica no Campo Grande conhecido com “Estádio Estância de Madeira” (1940-1941), da ponte Rainha Dona Amélia sobre o rio Tejo entre Salvaterra de Magos e Cartaxo (1902-1904) e da Central Tejo I (1908), entre outras, são algumas das obras que eles realizaram e que aqui se podem encontrar.